Voltar à página anterior

http://casa.sapo.pt/news/multimedia/imagens/46441866-a577-477f-a6b6-51699e497fa8.jpg

As instituições financeiras emprestaram quase 800 milhões de euros para a compra de casa, em Abril, segundo dados do Banco de Portugal.

O crédito à habitação continua a viver uma dinâmica positiva. Em Abril, foram emprestados 783 milhões de euros para a compra de casa, de acordo com os dados publicados pelo Banco de Portugal esta terça-feira, 12 de Junho. Um montante que fica aquém do concedido no mês anterior, mas fica muito acima do emprestado no período homólogo. Este foi, aliás, o melhor mês de Abril desde 2010 no que diz respeito à concessão de crédito à habitação.


Num período em que os bancos continuam a anunciar cortes sucessivos nos "spreads", as novas operações de crédito à habitação mantêm-se em níveis elevados. Em Abril, foram emprestados 783 milhões de euros, o que ficou abaixo dos 876 milhões de euros concedidos em Março. O mês anterior foi, de resto, o melhor mês desde Julho de 2010.


Ainda assim, o montante emprestado em Abril ficou 46% acima do concedido no mesmo mês do ano passado. Este foi o montante mais elevado num mês de Abril desde 2010, quando foram emprestados 807 milhões de euros.


No acumulado dos primeiros quatro meses do ano, foram concedidos 2.969 milhões de euros, o que representa o valor mais elevado também desde 2010. No mesmo período de 2017, tinham sido emprestados 2.339 milhões de euros. Ou seja, as novas operações aumentaram 26,9%.


Quanto ao crédito ao consumo, Abril foi também marcado por uma queda. Foram emprestados 370 milhões de euros, o que compara negativamente com os 423 milhões de euros concedidos em Março. Mas, no mês homólogo, as novas operações tinham ascendido a 283 milhões de euros.


Desde o início do ano, foram emprestados 1.493 milhões de euros, o que compara com os 1.291 milhões de euros do mesmo período de 2017. Ou seja, aumentou 15,6%.


As novas operações para outros fins ascenderam a 142 milhões de euros, abaixo dos 173 milhões de euros de Março. Em Abril do ano passado, foram emprestados 136 milhões de euros. No acumulado dos primeiros quatro meses do ano, foram concedidos 599 milhões de euros, menos do que os 622 milhões de euros do período homólogo.


No que diz respeito às empresas, foram concedidos 2.461 milhões de euros, menos do que os 2.589 milhões de euros emprestados um mês antes. Deste montante, 1.442 milhões de euros foram para pequenas e médias empresas, enquanto os restantes 1.019 milhões de euros foram para grandes empresas. Em ambos os casos, o valor desceu face ao emprestado em Março.


No acumulado dos primeiros quatro meses do ano, as empresas captaram 9.933 milhões de euros em novo financiamento, mais 15% do que os 8.601 milhões de euros emprestados no período homólogo.

Pesquisas Frequentes

Apartamentos em:
Lisboa Porto Cascais Oeiras Loulé Sintra Portimão Albufeira Funchal Vila Nova de Gaia

Moradias em:
Cascais Loulé Sintra Viana do Castelo Albufeira Vila Nova de Gaia Porto Seixal Torres Vedras Mafra

Terrenos em:
Sintra Loulé Viana do Castelo Cascais Mafra Torres Vedras Aveiro Vila Nova de Gaia Sesimbra Lourinhã

Lojas em:
Lisboa Porto Sintra Oeiras Aveiro Amadora Cascais Almada Viana do Castelo Matosinhos